quinta-feira, 4 de outubro de 2007

quase tudo

Um tudo nada.
Em tão pouco.
Um gostar de ver.
É tão simples.
Um querer saber.
Ser sincero
Saber olhar.
Gostar de ouvir.
E de querer.

2 comentários:

Vieira MCM disse...

A partir de quase nada se pode fazer quase tudo.
Porque nos é então dificil agir?
Porque complicamos o que é simples?
Eu não faço ideia, mas é pena.
Ainda assim quero saber.
Bjkas

Vieira MCM

Vieira MCM disse...

A partir de quase nada se pode fazer quase tudo.
Porque nos é então dificil agir?
Porque complicamos o que é simples?
Eu não faço ideia, mas é pena.
Ainda assim quero saber.
Bjkas

Vieira MCM

Pesquisar neste blogue