quinta-feira, 11 de outubro de 2007

esquece

O sol desperta
Anoitece o frio, numa arável descoberta

Ao retorno do sentido
Tenta saber o que diz para ser desmentido

Com uma só idade
Que, por fim, ainda corre e confirma a verdade

Entristece o sabor
Alimento tão parco que esquece de conhecer o amor

Anoitece a estrada
Entristece a expressão calma, à procura de outra entrada

1 comentário:

Vieira MCM disse...

Gostei imenso.
Muito bonito.

Vieira MCM

Pesquisar neste blogue