infinito

É de tudo, o que é quase.
E em pouco se torna. Se entorna a mão, não sabe da paz que se manifesta.
O princípio retorna e esconde o que mais se vê. Vê-se que não sabe mudar o rumo da festa.
Ao que demais vem, espera o rumo de ter o pensamento seguinte. Em seguida pensa que sabe onde mais querer a sorte que se diz indigesta.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Insípido